terça-feira, 14 de junho de 2011

Do que me foi levado


Meu blog sempre foi meu refúgio.
Um lugar onde podia falar o que vinha do meu coração.
As palavras nunca me faltaram. Elas simplesmente saltavam da minha cabeça e tomavam vida sem que eu precisasse fazer muito esforço. Acontece que de um tempo pra cá, eu simplesmente não consigo mais escrever.
Isso acontece porque pra escrever, eu precisava escutar o que vinha dele. Precisava mergulhar de cabeça e entrar em cada uma de suas salas, ouvindo atenta tudo que ele me dizia.
Mas meu coração tá machucado; Doído; Remendado; Maltratado..e assim, não consigo tirar nada dele.
Já tentei de tudo. Enfeitei meu próprio céu. Cantei alto as músicas que mais gosto. Sorri com meus amigos. Aprendi a gostar de outras pessoas. Encontrei alguém que se tornou especial. Tomei sorvete. Dancei na chuva. Coloquei laço de fita e inventei uma alegria.. mas ainda assim, meu coração chora. Chora baixinho...
Já pedi a ele pra parar com isso. Pra me ajudar a levantar de novo e me deixar enxergar as cores que pintam esse mundão aí fora. Eu sinto que ele tenta. Faz força, mas ainda não consegue.
E quando tá quase lá, sempre vem alguém e empurra ele pro chão de volta. E dói quando ele cai de novo.
Desculpem se não consigo mais.
É mais forte do que eu.
Além de apagar meu céu, Ele levou minhas palavras embora, mesmo sem nunca ter dado importância a elas. Logo elas que sempre foram oferecidas a Ele com tanta verdade e amor.
Talvez um dia elas voltem. Talvez um dia, meu blog volte a ser recheado de alegria e amor.
Mas ainda não dá. Eu não consigo.
Ele me levou a minha maior riqueza: as minhas palavras.


"Não há mal que perdure quando o bem mora dentro da gente"
Vanessa leonardi.

Um comentário:

  1. Sei bem como é Júh !
    Sempre o bem é maior que o mal, em nós. Em tudo !
    :*

    ResponderExcluir